TÉCNICAS SUSTENTÁVEIS

Confira algumas estratégias bioclimáticas que podemos aplicar em sua construção!

 
 
 

Redução média de 39% no consumo de água potável.

1. Captação e tratamento da água da chuva para reutilização em descargas ou paisagismo;

 

2. Tratamento de água servida para destinação final apropriada;
 

3. Aparelhos sanitários de alta eficiência;

ÁGUA

Deve-se considerar o ambiente em torno do edifício, a fim de diminuir o impacto da construção e trazer vantagens tanto de conforto térmico quanto de consumo.

4. Pavimetação permeável ou coberturas vegetais para infiltração da água da chuva;

 

5. Vala de infiltração para atenuar o escoamento pluvial e reduzir o risco de erosão e de enchente;

 

6. Mínima intervenção na topografia do terreno, utilizando-se dos desníveis para melhor conforto interno;

IMPLANTAÇÃO

Redução aproximada de 35% no consumo de energia. Somente em economia de energia, o tempo médio de retorno financeiro para um edifício sustentável é de seis anos.

10. Painéis fotovoltaicos para geração de energia limpa e renovável;

 

11. Bandejas de iluminação e brises dissipam a luz natural no ambiente interno, reduzem o ofuscamento e o calor excessivo;

 

12. Lâmpadas de LED são 12x mais eficientes e reduzem quase 90% o consumo de energia, além de possuirem maior vida últil que as demais;

13. Aquecimento de água por painéis solares e armazenamento em tanques térmicos;

14. Eletrodomésticos de alta eficiência;

ENERGIA

A partir da melhoria na qualidade ambiental interna, sugere-se que em 20 anos, em espaços residenciais e de escritórios, sejam economizados cerca de R$ 25,00/m² com doenças respiratórias, como alergia e asma.

15. Fachada dupla proporciona calefação idireta para maior conforto térmico;

 

16. Iluminação zenital e ventilação tipo chaminé para fuga do ar quente;

17. Ventilação cruzada permite circulação e renovação do ar, proporcionando higienização e maior conforto térmico;

18. Tubos de resfriamento e bombas de calor geotérmicas utilizam-se da massa da terra para melhor desempenho do ciclo de refrigeração ou aquecimento;

19. Coberturas verdes melhoram significativamente o conforto térmico, além de filtrarem a água da chuva e reduzirem o escoamento;

20. Paredes verdes auxiliam no isolamento termoacústico, aumentam a biodiversidade, protegem e embelezam a fachada, diminuem a poluíção e melhoram a qualidade do ar;

21. Mobiliário ergonômico garante maior capacidade produtiva e melhor qualidade de vida e saúde;

QUALIDADE DE VIDA

As edificações sustentáveis redirecionam cerca de 80% de resíduos que seriam descartados, combinado com a utilização de materiais “verdes”, reciclados e regionais resulta em menor impacto ambiental.

7. Utilização de madeira certificada, provenientes de bom manejo florestal;

 

8. Vedações em sistema pré-fabricado com materiais reciclados ou reutilizados, com o intuito de dinimuir os impactos na construção: wood frame, steel frame, painéis duplos de concreto e conteiners.

 

9. Compostagem reduz a quantidade de lixo, transformando material orgânico em adubo;

Materiais

Principalmente no Brasil, um país que contempla diversas zonas bioclimáticas em seu território, a avaliação das condições regionais tem suma importância nas soluções a serem adotadas no projeto.

Regionalismo

 

Passo Fundo/RS

Rua Uruguai, 1205 - Sala 03

(54) 3622 0771 ou (54) 3632 6771

cubbocontato@gmail.com

02 - CUBBO - Marca - Oficial Vertical.pn
  • Facebook - White Circle
  • Google+ - White Circle
  • LinkedIn - White Circle